SP-Arte 2020: linha Cubo, de Jorge Zalszupin, é reeditada

Uma poltrona e um sofá que parecem ter sido escavados a partir de um cubo maciço para formar o assento e o encosto. As linhas retas que contornam essas peças são contrapostas, neste “vazio”, por formas arredondadas, mas também geométricas.

⁣⁣Essa é a linha Cubo, desenhada por Jorge Zalszupin nos anos 1970 para a L’Atelier e cujo volume robusto é pouco usual nas obras assinadas pelo mestre. Agora, a ETEL passou a reeditar estas peças e as apresenta na SP-Arte Viewing Room, juntamente com outros móveis do mestre editados pela marca.⁣⁣

Nos anos 1970, tanto sofá quanto poltrona eram produzidos em versão totalmente estofada. Nesta reedição, surge também a opção do acabamento em madeira nas laterais e nas costas do sofá e de poltrona — atualização feita em parceria com o próprio designer e sua família, como forma de garantir a autenticidade das peças. Completando a linha, a mesa lateral Cubo pode unir-se de forma contínua aos assentos.⁣⁣

Ainda não consegui decidir se prefiro a versão totalmente estofada ou a combinada à madeira… Que bom que não preciso escolher! :-)⁣⁣

(Fotos: Gui Gomes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.