Festival DMAIS Design agita Belo Horizonte

No BH Shopping, destacamos a instalação Cenário Luz, da A. de Arte, que reúne diversas cúpulas revestidas com tecidos estampados da Donatelli – a inspiração foi o conceito de upcycling

Belo Horizonte recebe, até o dia 25/6, a 4ª edição do festival DMAIS Design. Organizada por Renato Tomasi, a design week mineira movimenta a cidade com dezenas de eventos. Estivemos lá para conferir as novidades e a criatividade dos designers mineiros e publicamos aqui alguns destaques.

Na exposição do edifício Acaiaca, vasos de pedra-sabão da série Amorfa, criação de Susana Bastos e Marcelo Alvarenga, do ALVA Design
Ainda no Acaiaca e também do ALVA Design, vasos da série Itá, de pedra-sabão
Lustre dos anos 1970, exposto pela Pé Palito na mostra do edifício Acaiaca
Mesa Aro, do Coletivo P, também na mostra do edifício Acaiaca
Ainda no edifício Acaiaca, as novas cadeiras Tri, de Juliana Vasconcellos e Matheus Barreto
Mesa Geo, também de Juliana Vasconcellos e Matheus Barreto, na mostra do edifício Acaiaca

Uma das exposições mais bacanas foi a do edifício Acaiaca, um ícone da arquitetura mineira que completa 70 anos. Na cobertura, no 25º andar, móveis vintage e contemporâneos faziam referência ao Art Déco, mesmo estilo da arquitetura do edifício. A curadoria ficou a cargo do Coletivo P e a cenografia, do Alva, de Susana Bastos e Marcelo Alvarenga. As belas vistas da cidade eram um plus bem-vindo. (Atenção: diferentemente das demais ações do DMAIS, esta mostra termina hoje, dia 23/6).

Também merece destaque a mostra Cadeiras Contam Histórias: realizada no Museu de Artes e Ofícios com curadoria de João Caixeta, reúne, em três salas, cadeiras que retratam desde a o período português (e a expertise portuguesa na marcenaria que foi trazida na época do Brasil colônia), passando pelo modernismo até chegar aos assentos contemporâneos, todos de designers mineiros. Ao final, uma última sala proporciona um momento divertido: uma mesa composta com livros e um mapa-múndi, remonta aos cenários das tradicionais fotos escolares de antigamente e convidava o visitante a se sentar e clicar sua “lembrança escolar”. (Esta mostra permanece em cartaz até 31/7.)

Cadeiras portuguesas na mostra Cadeiras Contam Histórias
Outra sala da mostra Cadeiras Contam Histórias reúne cadeiras produzidas industrialmente, de diferentes períodos
Ícones do mobiliário moderno brasileiro, a poltrona Mole, de Sérgio Rodrigues, e a Costela, de Martin Eisler e Carlo Hauner, aparecem desnudas em uma sala da mostra Cadeiras Contam Histórias
Outra vista da sala que mescla mobiliário moderno e contemporâneo, na mostra Cadeiras Contam Histórias

Outra proposta interessante é a da exposição Divergente Convergente, que acontece no Espaço 670: André Ferri e Ricardo Rangel, dois jovens designers mineiros, expõem suas criações mais recentes, que, apesar dos processos criativos diversos, dialogam em termos de linguagem e material (a madeira). Enquando André executa as próprias peças de forma artesanal e se vale de ferramentas tradicionais, Ricardo utiliza modelagem computadorizada e imprime miniaturas em uma impressora 3D.

Vista geral da mostra Divergente Convergente: a cenografia ficou a cargo de Luiza Reis e Lima
Cadeira Foster, de Ricardo Rangel, na mostra Divergente Convergente
Cadeira Vell, de André Ferri, na mostra Divergente Convergente
Poltrona Yankee, de Ricardo Rangel, e luminária Costureira, de André Ferri, na mostra Divergente Convergente

Lojistas também se empenharam em apresentar novidades, como a Lider, que mostrou, em primeira mão, moodboards (criados pelo Studio Tertulia) com desenhos e inspirações de produtos que serão lançados em 2018, assinados por Alva Design, Bruno Faucz, Eduardo Baroni, Nada Se Leva e Plataforma Quatro. Na Arca Conceito, o foco eram as novas criações do mineiro Fernando Sá Motta.

Ainda integrou o festival a segunda edição mineira da mostra Modernos e Eternos: instalada em uma casa brutalista dos anos 1970, conta com 20 ambientes assinados por escritórios locais de arquitetura e design de interiores (em cartaz até 2/7).

Na Lider, moodboards assinados por diversos designers mostravam, em primeira mão, o desenvolvimento de produtos que serão lançados em 2018. Aqui, croquis do ALVA Design
Ainda na Lider, moodboard com inspirações do estúdio Nada Se Leva
Sofá Balder e mesa de centro Tríade, novos produtos assinados por Fernando Sá Motta, expostos na Arca Conceito
Recamier Fluffy e bar de vidro Strata, também assinados por Fernando Sá Motta, na Arca Conceito
O design mineiro é o foco da exposição realizada no Shopping Ponteio com cenografia assinada por Isabela Vecci. Em primeiro plano, bancos de Elisa Atheniense, estante de parede do trio Cultivado em Casa e poltrona de Olavo Machado Neto
Um ângulo do ambiente de Eduarda Correia na mostra Modernos e Eternos BH
Vista do espaço de Laura Santos na mostra Modernos e Eternos BH
Parte do ambiente de Estela Neto na mostra Modernos e Eternos BH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.