Festa do design em Miami

Duas décadas de Maison & Objet. Centésimo aniversário de Miami Beach. É assim, neste ano de muitas comemorações, que a feira francesa, hoje uma das principais do mundo, inaugura a primeira Maison&Objet Americas, idealizada para os mercados norte-americano e latino-americano, mas buscando manter o DNA da feira original.
Empresas do mundo todo se fizeram notar, principalmente de países da Europa e América, num mix bem-vindo de estilos. Vale destacar a participação de três empresas brasileiras – La Lampe, Quaker Décor e Tidelli –, que estão apostando no potencial do evento para impulsionar suas exportações. Ótima iniciativa para o bom design brasileiro.
E, por falar em Brasil, dois designers também fazem bonito e divulgam o talento nacional por aqui: Zanini de Zanine, indicado Designer of the Year, e Leo Capote, selecionado como um dos Rising Talents.
A seguir, uma seleção dos produtos mais bacanas deste primeiro dia de feira. A cobertura continua na Casa Vogue de junho e no Instagram, acompanhe!

1. Um destaque da nova marca portuguesa WIDU, que reúne as maiores fabricantes de móveis do país em um único selo, foi o móvel-bar Galarin, design do arquiteto português Rui Viana. A peça se destaca pelas barras de madeira torneada com vários desenhos, que dão dinamismo ao conjunto
2. Entre as peças apresentadas pelo canadense Lukas Peet, um dos Rising Talents selecionados pela organização da feira, destacamos a luminária Slab, que combina feltro (absorvente sonoro) e acrílico (difusor de luz), em um produto que, além de agradável aos olhos, otimiza o conforto visual e acústico)
3. O grande lançamento da norte-americana Apaiser eram as linhas assinadas por Kelly Hoppen. Nas peças da coleção Harmony (como a banheira da foto), as linhas orgânicas vão se montando em camadas
4. O mobiliário com corda náutica se destacou no stand da brasileira Tidelli, que se prepara para abrir uma loja na Califórnia nos próximos meses
5. Elegantes e minimalistas, os objetos apresentados pela londrina Beyond Object são capazes de dar um upgrade em qualquer mesa de escritório
6. A Maiori apresentou as cadeiras A600, criação do francês Christophe Pillet. Pensadas para espaços externos, são feitas de alumínio 6061, muito usado na indústria aeroespacial por sua resistência. Além disso, recebe pintura eletrostática a pó curado no forno, cuja textura dá um toque bastante agradável)
7. Vidro tcheco moderno: com design feito na Califórnia e produção na República Tcheca, os produtos da SkLO (como este belíssimo vaso de parede, na foto) estão fazendo sucesso aqui na Maison&Objet Americas
8. Tem mais Brasil na Maison&Objet Americas: aqui, parte do stand da La Lampe, com as luminárias Kilter, Lum e Tom Tom
9. As mesas de centro Regina estão entre os lançamentos que a Fendi trouxe para a Maison&Objet Americas. Linda a textura da madeira no tampo!
10. Dentre os lançamentos da Quaker Décor, destaque para o modelo Knitting, cujo relevo enriquece os grafismos criados pela sobreposição de zigue-zagues
11. Também presente na feira, a marca belga Valerie Objects comprou os direitos de produção dos móveis multifuncionais Installation S, da dupla Muller Van Severen, e agora vai produzi-los em série. Comemoramos!
12. A base leve e irregular é o forte desta mesa de jantar lançada pela Interni Editions
13. O brasileiro Leo Capote apresentou a cadeira Machado, composta por um volume maciço de madeira esculpida e, fazendo as vezes de pés, três machados com banho de ouro rosa
14. As toalhas de mesa da Windy Hill, com estampas geométricas impressas artesanalmente pelo método blockprint (espécie de carimbos), encantaram pela combinação de cores e estampas
15. A Lumifer apresentou diversos lançamentos assinados pelo designer Javier Robles. Aqui, o balanço Equus tem formato e proporções que convidam ao relax
16. A linha Métamorfose, design do Studio Putman para a francesa THG, se destaca pela combinação de linhas geométricas e arredondadas e também pelo uso de um elemento em cerâmica negra. Chic!
17. A francesa Oscar Ono, especialista em painéis de madeira customizados, apresentou, em seu stand na Maison&Objet Americas, um painel de tirar o fôlego, criado especialmente pelo francês Rodolphe Parente
18. Tem mais Brasil na Maison&Objet Americas: pratos de Paula Juchem no stand da francesa Non Sans Raison Porcelaine
19. A italiana Contardi apresentou a luminária Clessidra, design Massimiliano Raggi – além da lâmpada na parte superior, a peça tem um charme extra: a base recebe outra lâmpada, de luz mais suave e filamentos desenhados
20. Os já famosos bancos criados por Zanini de Zanini (Designer of the Year desta edição) para a Mekal também marcaram presença no pavilhão da feira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.