Lápis líquido?

Olha aí uma invenção porreta, daquelas que todo designer (e a torcida do flamengo) gostaria de ter… Trata-se do Sharpie Liquid Pencil, um híbrido de lapiseira e caneta: utiliza tinta feita de grafite líquido, mas o mecanismo de distribuição da tinta é igual ao da maioria das canetas. A vantagem é que a escrita (ou desenho) pode ser apagada, no início; só depois de três dias é que ela se torna permanente.

Sharpie Liquid Pencil

Segundo o blog do fabricante, o novo “lápis líquido” vai estar nas lojas norte-americanas a partir de setembro, mas o site da Office Depot já está vendendo… 

(Via Wired)

3 comentários “Lápis líquido?

  1. Isso me lembrou aquela caneta que dava para apagar, a Replay (acho que não é so seu tempo). Eles proibiram a fabricação porque, nos anos 80, quando ela foi criada, o pessoal espertinho dava para os incautos preencherem cheques. Depois era só apagar e mudar o valor. Sei de gente que guardou algumas e usava até pouco tempo atrás para preencher cartões da zona azul.

    Enfim, a criatividade humana, pelo menos para o mal, é ilimitada…eheheh

    Beijocas e bom final de semana!

  2. Betina,
    Eu também! Fiquei me coçando pra comprar via web, apesar de eu praticamente não escrever mais à mão atualmente… Mas venci o impulso consumista e me contive.
    😉

    Lígia,
    Adorei o "acho que não é do seu tempo"!! (Numa época em que todo mundo anda me chamando de "senhora", "ouvir" isso é tudo de bom!)
    Mas, olha, eu lembro dessa caneta que apagava, só que de ouvir falar – nunca cheguei a ver, até achei que era lenda.
    Neste ponto, o legal dessa caneta de grafite é que não dá lugar a este tipo de truque, pois enquanto ela pode ser apagada a aparência é de lápis mesmo…
    Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.