Estudantes criam picolés com águas poluídas

Já faz um tempinho que eu queria postar esse projeto, simples e ao mesmo tempo genial. Um exemplo de que o design pode sim – e deve – contribuir para a discussão de temas cruciais para a humanidade. Trata-se do projeto 100% Polluted Water Popsicles, idealizado por três estudantes da National Taiwan University of the Arts como parte do seu projeto de conclusão de curso.

Hong Yi-Chen, Guo Yi-Hui e Cheng Yu-Ti captaram água de 100 fontes poluídas em diversos pontos de Taiwan, então transformaram essa água – e o lixo nela contido – em picolés que, à primeira vista, são atraentes, lembrando até alimentos orgânicos ou artesanais. Basta olhar mais de perto e é possível ver, congelados em meio às águas coloridas (normalmente por resíduos de corantes industriais), diversos tipos de lixo e impurezas: insetos, bitucas de cigarro, redes de pesca, óleo e resíduos plásticos variados. E é justamente neste contraste que está a força do projeto: o que num primeiro momento se mostra atraente, em seguida se revela… nojento. Quem teria coragem de provar esses picolés? O choque, assim, vira um meio de conscientização para a importância da água pura.

Num segundo momento do projeto, os picolés feitos com as águas poluídas foram reproduzidos usando resina de polyester transparente – para que pudessem ser expostos sem derreter. Os estudantes também criaram uma embalagem customizada para cada picolé, onde constava o nome da fonte de água e os prováveis “ingredientes”. “Por meio do choque, queremos transmitir a importância da água pura para a humanidade, atingir o objetivo de fazer pensar”, conta o trio. E conseguiram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.