Designer espanhol funde porcelana e cobre em vasos surpreendentes

Uma das coisas que mais me fascinam no design é experimentação, a capacidade que os designers têm de buscar soluções inovadoras por meio da investigação contínua de materiais e processos. O projeto sobre o qual escrevo aqui hoje tem bem esse espírito.

O espanhol Alvaro Catalán de Ocón, conhecido por suas belas luminárias que reaproveitam garrafas PET, desenvolveu uma linha de vasos que funde dois materiais de forma inesperada: a porcelana e o cobre. Na verdade, o que acontece aqui é a fusão de duas atividades manuais antiquíssimas: a cerâmica e a cestaria. O vaso de porcelana é colocado em uma máquina de tecelagem circular especialmente modificada para poder tecer utilizando variáveis de altura, giro, velocidade, espessura do fio de cobre e tipo de nó.

Esta máquina tece uma finíssima malha de cobre ao redor do vaso, acompanhando seu formato e envolvendo-o. Depois, o conjunto é levado ao forno de alta temperatura e, durante o processo de queima, o cobre “some”, deixando apenas o seu contorno gravado na porcelana. Cada desenho é único, e a cor que surge no interior dos vasos é simplemente linda! A parte de fora fica crua, sem esmalte, e a interna recebe um esmalte transparente, para impermeabilização.

“Do ponto de vista do design industrial, não queríamos nos envolver no desenho manual de cada uma das peças, mas no design de uma máquina capaz de tecer em torno do vaso com base em repetições e ritmos. Desta forma conseguimos a produção em série de peças únicas com alto grau de ornamentação, apresentando as possibilidades de desenho geradas através de instruções mecânicas e eletricidade”, explica Ocón, que lançou a coleção no mês passado, em Milão, expondo as peças na galeria de Rossana Orlandi. Bravo!

(Fotos: divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.