Design brasileiro ganha destaque em Paris

Cadeiras Bo (2012), design Paulo Alves

Divulgar o bom design brasileiro – seja em nosso país ou no exterior – é missão das mais nobres. Por isso, fiquei empolgada ao saber que a Piasa, importante casa de leilões parisiense, realizará, no dia 13 deste mês, o leilão Design + Art do Brasil. No universo de peças selecionadas pela curadora Sophie Su, uma feliz surpresa: além do mobiliário vintage – que integra nomes do design nacional já consagrados internacionalmente como Joaquim Tenreiro, Sergio Rodrigues, Giuseppe Scapinelli, Zanine Caldas, Oscar Niemeyer, Martin Eisler, Carlo Hauner e Lina Bo Bardi –, o design contemporâneo nacional está bem representado, compondo quase metade dos lotes. “Concebi a exposição justamente para que o público pudesse entender o design brasileiro em sua globalidade”, explicou Sophie. “A ideia era poder mostrar a grande variedade e a grande riqueza que tem o design brasileiro, tanto vintage quanto contemporâneo.”

Vasos Ghost (2017), design Estúdio Iludi
Biombo Va.z (2016), design Andrea Macruz

No ano passado, a Piasa já destacou o design brasileiro em outro leilão, também curado por Sophie – a principal diferença está na quantidade de mobiliário contemporâneo desta edição, que corresponde a quase metade dos lotes. A intenção, diz a curadora, é promover a criação contemporânea internacionalmente, para que os designers brasileiros consigam o reconhecimento internacional. “O Brasil é um país bastante recente comparado com a Europa, o mercado da arte e do design ainda está começando a florescer. Muitos colecionadores ainda querem comprar grandes nomes para competir com o vizinho – eles querem Tenreiro, Sérgio Rodrigues, mas não prestam muita atenção nos talentos que existem no Brasil”, provoca Sophie. Valorizemos, sim, os mestres, mas vamos também abrir os olhos para o bom design atual!!

Poltronas Helena (2017), design Samuel Lamas

Aqui, selecionamos algumas peças muito bacanas que integram a seleção de Sophie. Para visualizar todos os lotes do leilão, clique aqui. E, para quem estiver em Paris, entre os dias 9 e 13 as peças estarão expostas na sede da Piasa: 118 rue du Faubourg Saint-Honoré, interessados na compra e o público em geral podem conferir de perto os 170 lotes, que incluem, além de mobiliário, algumas peças de arte.

Espelho Tríptico (2017), design Bianca Barbato
Poltrona Primeira (2015), design Ricardo Graham Ferreira
Bufê Rock (2016), design Estudio Rika
Banco Tom (2017), design Alfio Lisi
Luminária pendente Costureira (2017), design André Ferri
Poltrona Lua (2010), design Julia Krantz
Biombo (1994), design Fernando e Humberto Campana
Luminária de mesa Viga (2014), design Caio Superchi
Mesa de centro Vibra (2017), design Erico Gondim
Mesas laterais Pablina (2017), design Leo Di Caprio
Poltronas Regg (2016), design Lattoog
Armário Colher (2016), design Leo Capote – Outra Oficina
Poltrona Sol (2015), design Rodrigo Simão
Biombo Bandeira (2017), design Luciana Duque – Estudio Obj
Poltrona Savana (2016), design Tiago Curioni
Bar e banqueta Drinkeria (2017), design Thais Malaguez & Luia Mantelli
Espelho ABC (2017), design Pedro Braga
Banco Horizonte (2017), design Estúdio Rain
Foto: divulgação
Banquetas Barba Negra (2017), design Marcos Amato
Banco Elo (2017), design Caique Niemeyer
Armário da linha Neorustica (2012), design Brunno Jahara
Poltronas Se7e (2013), design Rahyja Afrange
Banco Concreto (2014), design Claudia Moreira Salles
Chaise-longue Paso Doble (2006), design Sergio Fahrer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.