Traços mínimos, efeito máximo

Um exercício de minimalismo. Assim poderia ser definida a primeira incursão do arquiteto brasiliense Samuel Lamas no universo do mobiliário. Partido da estrutura metálica, Samuel buscou criar peças que chegassem à máxima leveza sem comprometer a funcionalidade. Para isso, explorou sem medo o uso da geometria e das formas puras.

São duas linhas distintas, ambas com estrutura de ferro: na primeira, batizada Família (acima), as barras de ferro com seção circular são trabalhadas como se fossem colunas soltas no espaço e “amarradas” entre si por outros perfis – as superfícies, aqui, são sempre de madeira (freijó maciço ou MDF laminado, conforme o produto). A concepção das peças, como se vê, segue um raciocínio bem arquitetônico. “A lógica matemática e o rigor geométrico presente em meus projetos de arquitetura também foi usada aqui”, conta Samuel. Força e elegância habilmente combinadas.
Na segunda linha, chamada Frame (abaixo), o arquiteto usa barras de seção quadrada e explora o encontro perfeito entre os perfis, que vão “desenhando espaços”, segundo ele. A estrutura aqui tem um aspecto um pouco mais escultórico – e ganha ainda mais destaque pelo uso da cor e de superfícies de vidro incolor, que “somem” para valorizar as linhas da base das duas mesas, uma de centro e outra de jantar.

Produzidas artesanalmente, as peças são comercializadas diretamente pelo Estúdio Lamas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.