Uma imagem para a sexta… (#63)

Essa foto de encher os olhos é de uma instalação criada pelo arquiteto Tsuyoshi Tane a convite da Citizen e apresentada na Triennale, durante o último Salão do Móvel de Milão. O que parece uma poeira dourada, na verdade são as “placas-mãe”, círculos metálicos que constituem a base estrutural de cada relógio. Na instalação, nada menos 80 mil placas douradas suspensas no ar remetem a uma espécie de Big Bang da relojoaria. De querer parar o tempo, não? E, pelo jeito, não fui só eu que tive essa sensação… todos os visitantes estavam boquiabertos com o efeito incrível de uma ideia tão simples. Inspirador é pouco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.